Trajeto 2 – Federação

Neste post iremos analisar o percurso aqui antes mencionado feita pela aluna de Geofísica da UFBa, do ponto A ao ponto B. Para quem não leu o primeiro post, esse trajeto também é utilizado pela aluna como via de acesso à Universidade.

Sem título

Logo no início do percurso, um pedestre que queira se locomover pela calçada, encontra dificuldade devido à péssima qualidade em que se encontram as pedras portuguesas.

A qualidade deste tipo de calçada questionável
A qualidade deste tipo de calçada é questionável

Seguindo o caminho, é fácil encontrar pontos de dificuldades, os quais impediriam a circulação dos diversos tipos de pedestres, o que fere a 1ª Diretriz do Design Universal. Nas fotos a seguir, além do mau planejamento da calçada, percebe-se a a baixa qualidade com elas foram construídas e por vezes obstáculos, como o poste em uma das fotos, que tomam por quase completo o passeio.

Este slideshow necessita de JavaScript.

A foto a seguir é a mais grave tirada. Nela vemos um efeito de “afunilamento”, o qual a cada passo do pedestre, menos espaço ele tem para andar com segurança. Apesar dos passeios dessa região, na sua maioria, não serem de boa qualidade, é preferível que o cidadão ande fora da pista. Nesse caso ele não tem opção. Onde deveria ter um passeio existe uma rampa e logo após ela um muro. Você leitor não leu errado. Onde, logo após a rampa, deveria ter uma faixa de pedestre, existe um muro!

Mais uma muralha urbana.

As últimas fotos retem à um conjunto de todos os problemas citados nesse post: má qualidade da calçada, obstáculos que impedem a passagem livre e o passeio interrompido (no caso abaixo, a pista fica por cima do passeio)

Para finalizar o Movimento Passeio Livre quer deixar seu apelo às autoridades competentes pelas calçadas e pelas ruas da cidade para realizar e aplicar um projeto na Avenida Cardeal da Silva, pois percebemos ser uma via de grande fluxo e importância para a cidade, mas que não possui tanto cuidado. Em relação ao aumento da largura da pista, achamos muito difícil melhorar esse quesito, pois nessa região há uma grande concentração de edifícios ao redor da Avenida. Porém isso não impede que passeios de qualidade e sinalização devida sejam consolidados no bairro, oferecendo assim uma mobilidade decente e digna, algo que qualquer cidadão tem o direito.

Anúncios

Um comentário sobre “Trajeto 2 – Federação

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s