DENUNCIE

Você também pode fazer parte desse movimento. Basta mandar suas fotos, explicando o trajeto ou local onde as fotos foram tiradas e descrevendo os problemas enfrentados na região. Análises serão feitas e suas denúncias atingirão um número maior de pessoas.

Mande suas fotos para o e-mail passeiolivresalvador@gmail.com. Não se esqueça de também utilizar nossa página no facebook (https://www.facebook.com/passeiolivressa) para comentar e curtir nossas fotos!

  1. Secretaria de Urbanismo e Transporte (SEMUT) – 71 2105-2900/2902
  2. Secretaria Municipal de Ordem Pública (SEMOP) – 71 3186-5016/5018
  3. Sup. de Controle  e Ordenamento do Uso do Solo (SUCON) – 71 2201-6900
  4. Ministério Público do Estado da Bahia (MP-BA) – 71 3103-0100
Anúncios

7 comentários sobre “DENUNCIE

  1. REALMENTE A SITUAÇÃO DOS PASSEIOS, NA MAIORIA DOS BAIRROS DE SALVADOR,
    É PÉSSIMA. SOU CONTRA PASSEIOS COM “PEDRAS PORTUGUESAS” PQ CAUSAM
    ACIDENTES (Ñ SÓ EM IDOSOS). ESSA ESCOLHA, CASO CONTINUEM A USAR, SERÁ UM
    GD EQUÍVOCO. POR MELHOR Q SEJAM ASSENTADAS, AS PEDRAS SÃO IRREGULARES,
    E CONTINUARÁ A CAUSAR ACIDENTES. Ñ SEI QUAL TIPO DE PASSEIO SERÁ + VIÁVEL.
    PORÉM, ATÉ CIMENTO PURO, BEM COLOCADO, SERÁ MELHOR.
    SEM COMENTÁRIOS PARA BAIRROS Q Ñ POSSUEM PASSEIO…

  2. REALMENTE A SITUAÇÃO DOS PASSEIOS, NA MAIORIA DOS BAIRROS DE SALVADOR, É PÉSSIMA. SOU CONTRA PASSEIOS COM “PEDRAS PORTUGUESAS” PQ CAUSAM ACIDENTES (Ñ SÓ EM IDOSOS E PESSOAS COM NECESSIDADES ESPECIAIS). ESSA ESCOLHA, CASO CONTINUEM A USAR, SERÁ UM GD EQUÍVOCO. POR MELHOR Q SEJAM ASSENTADAS, AS PEDRAS SÃO IRREGULARES, E CONTINUARÁ A CAUSAR ACIDENTES. Ñ SEI QUAL TIPO DE PASSEIO SERÁ + VIÁVEL. PORÉM, ATÉ CIMENTO PURO, BEM COLOCADO, SERÁ MELHOR. SEM COMENTÁRIOS PARA BAIRROS Q Ñ POSSUEM PASSEIO…

  3. Mandei, via e-mail, fotos da Ladeira dos Bandeirantes, no bairro Matatu de Brotas. É lamentável a situação das calçadas, principalmente, a partir do empreendimento recente construído pela Consil no sentido Sete Portas (descendo a ladeira). Lixo, restos de construções, mato, carros, etc. tomam conta das calçadas, fazendo com que os pedestres tenham que disputar espaço com veículos na pista de rolamento. Logo após o edifício Luar dos Bandeirantes tem uma curva perigosíssima onde o mato já invadiu a pista. O risco de acidente é iminente.

    1. Pois é Gilberto, é realmente lamentável essa realidade que você nos coloca e que infelizmente conhecemos bem. De todos os problemas que você colocou, considero o pior e mais preocupante, os restos das obras que as construtoras deixam sobre as calçadas causando sérios problemas e impossibilitando o deslocamento seguro aos pedestres. Justo elas que alcançam lucros exorbitantes as custas da ocupação do nosso espaço físico.

  4. Enviei fotos da rua Pernambuco, na Pituba, lado direito da Clínica Diangosson. Um horror. Uma montanha de lixo na acalçada forçando o transeunte a se virar. Impossível a passagem de um cadeirante ou um idoso. Questão de mobilidade e saude pública. Como uma clínica pode privatizar o espaço público para colocar sacos de lixo? Falta fiscalização.

  5. Fico impressionado pela falta de respeito de muitos motociclistas que circulam dentro do espaço do campus da UFBA de Ondina. Muitos deles estudantes, dirigem com velocidade suas motos nos calçamentos destinados aos pedestres. Os condutores passam com suas buzinas estridentes pedindo ou obrigando passagem, forçando o pedestre a desfiar muitas vezes para o espaço gramado para deixa-los passar. A educação e conscientização destes espaços para ser de uso exclusivo de pedestres deveria ser um serviço melhor prestado pela prefeitura do campus, um espaço recém reformado e com a concepção de ser via de pedestre, com vias largas, agradável, arborizado e recebendo um grande número de pedestres, deveria receber melhor fiscalização de seus responsáveis.

  6. Sou moradora do Matatu de Brotas e sofro diariamente com a falta de acesso para pedestres nos passeios do bairro.
    Gostaria muito que a prefeitura tomasse alguma atitude referente a essa situação. No techo que vai do largo dos Paranhos até a padaria Victorine quase não há passeio, outro ponto é na entrada de Cosme de Farias, principalmente a noite, onde os moradores dos edifícios estacionam os seus carros nos passeios, impedindo uso por quem é de direito e forçando os pedestres a andarem pela rua, correndo sério risco de ser atropelado.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s